Central do Torcedor


Participe do nosso Fórum CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Com gol improvável, Holanda mantém série invicta




Com a ajuda de um lance improvável, a Holanda venceu nesta segunda-feira a Dinamarca por 2 a 0 pela partida de abertura do Grupo E da Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010, no estádio Soccer City, em Johanesburgo. A equipe agora sustenta uma série de 20 jogos sem perder.

O triunfo foi facilitado por um gol contra aos 46 minutos. E o quão fortuito foi o lance? Basta dizer que esse foi o primeiro gol contra desta edição do Mundial e o primeiro, na história do torneio, a favor dos holandeses e contrário aos dinamarqueses.

A jogada teve origem nos pés de Robin van Persie, no início do segundo tempo. O atacante recebeu lançamento dentro da área, fez o domínio, saiu dela pela esquerda e fez o cruzamento. Simon Poulsen foi desajeitado para o lance e, ao fazer o corte, cabeceou para o lado e para baixo. A bola bateu nas costas de Daniel Agger e morreu no canto direito de Thomas Sorensen. O gol contra foi creditado a Agger.

Foi um deslize providencial para os holandeses, que chegam à Copa do Mundo cercados de expectativas, mas não conseguiram apresentar seu melhor futebol nesta estreia, a despeito de uma escalação talentosa composta com os meias Rafael van der Vaart e Wesley Sneijder, que fez uma grande temporada pela Internazionale, e os atacantes Dirk Kuyt e Van Persie à frente.

A Holanda teve mais posse de bola durante todo o duelo, mas não conseguiu traduzir esse controle em muitas chances de gol. Na verdade, durante os primeiros 45 minutos, a investida mais perigosa foi dinamarquesa, aos 27 quando Dennis Rommedahl avançou pela direita e cruzou na medida para Nicklas Bendtner, que cabeceou para fora. A escalação de Bendtner, aliás, foi uma surpresa para o time nórdico.

Na segunda etapa, depois do gol contra, o time laranja encontrou mais espaços no ataque, especialmente nos últimos dez minutos de partida, quando a Dinamarca não representava nenhuma ameaça de empate e as trocas feitas pelo técnico Bert van Marwijk surtiram efeito. Ele trocou Van der Vaart e Van Persie por Eljero Elia e Ibrahim Afellay, respectivamente.

Elia teve importante participação no segundo gol. Ele recebeu belo passe de Sneijder na grande área e tocou com categoria diante de Sorensen. A bola, porém, bateu na trave esquerda, e Kuyt apareceu no rebote para completar.

O craque holandês Arjen Robben, do Bayern de Munique, assistiu ao confronto no banco de reservas ao lado de seus companheiros, ainda em recuperação de uma lesão na coxa, com um emplastro para acelerar a reabilitação.

Mesmo sem Robben e sem encantar, nenhum holandês vai reclamar do resultado, que valeu três pontos na tabela e a manutenção de uma invencibilidade de 43 anos diante da Dinamarca.


DÊ SUA OPINIÃO NA CAIXINHA DE COMENTÁRIOS !

0 comentários:

Postar um comentário

¢