Central do Torcedor


Participe do nosso Fórum CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Emerson evita falar de Flamengo e pede bola para frente no Fluminense

O tempo passou, o sentimento pode existir, mas o amor pelo Flamengo está de lado pelo menos nos dois anos e meio que tem de contrato com o Fluminense. Na chegada ao Tricolor, o atacante Emerson espera conquistar a confiança da torcida e rechaça qualquer vínculo com o Rubro-Negro. Para ele, a partir desta quarta-feira, quando foi apresentado nas Laranjeiras, o assunto deve ser esquecido.

- Não me arrependo de ter dito que era flamenguista. Saí do Brasil com 18 anos e fiquei praticamente minha carreira toda fora do país e o Flamengo abriu as portas para mim. Não me arrependo, tenho gratidão pelo clube, mas daqui para frente não quero mais falar do Flamengo. Passou. Isso foi em 2009 e estamos em 2010. Bola para frente – disse o Sheik.

O novo atacante tricolor elogiou também o técnico Muricy Ramalho e se diz orgulhoso por poder jogar com Fred, a quem classifica como um dos melhores do planeta.


Proposta do Fluminense

"O projeto para essa temporada me cativou, me conquistou e isso me deixou contente e motivado. Estou feliz de estar aqui".

Identificação com o Flamengo

"Não me arrependo de ter dito que era flamenguista. Saí do Brasil com 18 anos e fiquei praticamente minha carreira toda fora do país, e o Flamengo abriu as portas para mim. Não me arrependo, tenho gratidão pelo clube, mas daqui para frente não quero mais falar do Flamengo. Passou. Isso foi em 2009 e estamos em 2010. Bola para frente".

Fred

"Para mim é uma alegria poder jogar ao lado do Fred. Ele é um jogador respeitado no mundo todo e um dos melhores do planeta. É uma alegria grande poder jogar ao lado dele".

Muricy

"Qualquer atleta do Fluminense ganha com o Muricy no comando. É um técnico vitorioso, que dispensa comentários. Será um enorme prazer jogar ao lado dele".

Mesmas características do Maicon?

"Cada jogador tem as suas características. O Maicon é um grande jogador. Não vai aparecer ninguém que vai fazer as coisas que ele fez. Mas venho para ajudar. Quem sabe poder repetir e tomara que dê certo".

Titularidade

"Chego para somar, para estar no grupo e vou ter que trabalhar para buscar meu espaço. É cedo para falar em ser titular. Estou aqui para trabalhar e isso quem decide é o treinador".

Teme a torcida do Flu?

"Tenho certeza que isso não vai acontecer (represália). Hoje estou aqui, o Fluminense abriu as portas e as palavras são poucas. Tenho que provar dia a dia nos jogos e tenho certeza que o torcedor vai apoiar".

Gol contra o Flamengo

"Se eu marcar contra o Flamengo ou contra qualquer outro adversário vou comemorar porque sou do Fluminense. Devo respeito ao clube e à torcida e não tem motivo nenhum para não comemorar".




Créditos: Diego Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário

¢