Central do Torcedor


Participe do nosso Fórum CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

K9: sucesso no Brasil, decepção na Europa


A camisa 9 do Santos tem um novo dono. Com André negociado com o Dínamo de Kiev (UCR), o Santos fechou a contratação do atacante Keirrison, cujo passe pertence ao Barcelona (ESP), mas estava atuando na Fiorentina (ITA).

Considerado uma das grandes revelações do futebol brasileiro, o jovem jogador já brilhou pelos gramados do país, mas não repetiu o sucesso no exterior. O jornal "Goal" preparou uma retrospectiva da carreira de K9 até sua chegada ao Peixe. Confira:

Coritiba
Keirrison disputou a Copa São Paulo de Futebol de 2007 pelo clube paranaense, onde chamou a atenção pelo bom futebol e pelo nome diferente. Logo no ano seguinte, foi promovido aos profissionais, ao lado de outros destaques como o meia Pedro Ken. No primeiro Campeonato Brasileiro que disputou, em 2008, marcou 21 gols e foi um dos artilheiros da competição. Eleito a revelação do Brasileirão daquele ano, chamou a atenção de vários clubes do Brasil.

Palmeiras
A rápida ascensão no Coritiba fez a Traffic, empresa parceira do Palmeiras, contratar Keirrison no início de 2009. Já considerado um dos grandes jogadores do futebol brasileiro, ganhou o apelido de K9, pelo número que usava na camisa. Em campo, não demorou para cair nas graças da torcida alviverde. Com uma impressionante média de 1,33 gols por partida, foi eleito um dos melhores atletas do Campeonato Paulista. No entanto, sendo comentado em vários grandes clubes da Europa, fez pressão para deixar o Verdão e causou intriga entre os dirigentes e o então treinador Vanderlei Luxemburgo.

Barcelona (ESP)
O sucesso no Palmeiras fez o clube espanhol desembolsar 14 milhões de euros (aproximadamente R$ 38 milhões) para contratar o atacante. Porém, Keirrison nunca vestiu a camisa do time em uma partida oficial, já que o técnico Guardiola o liberou para o Benfica (POR), alegando que o atacante precisava ganhar experiência.

Benfica (POR)
Preterido pelo técnico Jorge Jesus, Keirrison não soube aproveitar as poucos oportunidades que teve. Terceiro reserva no ataque, o atacante jogou apenas sete jogos pelo clube português, e marcou apenas dois gols. Sem chances no time e insatisfeito com a reserva, foi devolvido ao Barcelona.

Fiorentina (ITA)
Depois de receber sondagens de outros clubes europeus, o Barcelona aceitou emprestá-lo para a Fiorentina (ITA). No entanto, Keirrison voltou a amargar o banco de reservas, tendo pouquíssimas chances no time titular. Em 11 jogos, apenas dois gols. Com a contratação de David Villa e outros grandes atacantes que já fazem parte do elenco do Barça, o clube aceitou liberá-lo para o Santos.


0 comentários:

Postar um comentário

¢