Central do Torcedor


Participe do nosso Fórum CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

'Culpado', Dagoberto está de saída do São Paulo


A diretoria do São Paulo, resistente em reconhecer os próprios erros, elegeu Dagoberto como principal culpado pela eliminação do time na semifinal da Libertadores.

Bastava surgir um interessado com proposta razoável para que o atacante deixasse o clube. E isso aconteceu. O Metalist (UCR) ofereceu cerca de 4 milhões de euros (quase R$ 9 milhões). Embora os dirigentes tricolores neguem, a venda está perto de ser concluída.

O processo de fritura de Dagol, entretanto, teve início no fim do ano passado. O clube não tolerou a expulsão diante do Grêmio, na reta final do Campeonato Brasileiro, e a consequente suspensão no STJD, que ajudaram a tirar o heptacampeonato da equipe, que era líder.

O comportamento do jogador passou a ser questionado com frequência e a má vontade com ele era evidente. Os cartolas não faziam questão de esconder a ansiedade por receber uma oferta vantajosa.

Depois da primeira partida da semifinal da Libertadores, no Beira-Rio, Dagoberto foi massacrado por quem não engoliu sua atuação. Mais do que o mau desempenho, alguns identificaram corpo mole e chegou-se a pensar que o camisa 25 não voltaria mais à equipe titular.

Porém, o técnico Ricardo Gomes, aliado do atacante durante toda sua passagem pelo Morumbi (pouco mais de um ano), lhe deu nova chance no jogo decisivo, em que apesar da vitória por 2 a 1, o clube teve a eliminação decretada.

Nos últimos jogos pelo Brasileiro, Dagoberto não entrou em campo. Diante do Atlético-PR nem sequer foi relacionado. Contra o Cruzeiro ficou no banco e se irritou.

– Não sei porque estão fazendo isso comigo – desabafou o jogador.

Ainda nesta semana o Metalist deve oficializar a contratação do atacante, que, ao contrário de seus empresários no Twitter, não fala mais que deseja ficar no Morumbi.

Assim como Cicinho, será mais um “condenado” pela diretoria que não é capaz de reconhecer erros.

0 comentários:

Postar um comentário

¢