Central do Torcedor


Participe do nosso Fórum CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!!

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Possíveis destinos de Kevin Kolb

Não faz muito tempo vimos a queda de Tom Brady e a ascenção de Matt Cassel no Patriots. Em 2008, o reserva desconhecido assumiu o time no primeiro jogo da temporada, foi titular a partir da segunda (pela primeira vez na vida ele foi titular!) e chegou a ganhar 13 jogos consecutivos, alguns deles com menos de 10 passes tentados. Depois de 2008, Cassel transformou-se em um reserva de luxo e foi negociado com o Chiefs. O contrato do até então Zé Ninguém (isso porque ele nem foi titular na Universidade) foi de 6 anos por US$ 62.7 milhões.

Em 2010, tivemos uma história essencialmente parecida. É claro que os personagens mudam, o drama é outro, mas na essência, no fundo, no core, no íntimo, no âmago a história é a mesma: 2 bons QBs na mesma equipe, um deles têm que sair. É óbvio! Quem tem o Super Trunfo na mão agora, é o Philadelphia Eagles.

Numa liga essencialmente aérea, onde os QBs têm o papel principal, qualquer jogador que tenha demonstrado o mínimo de habilidade na posição já ganha status de “futura-super-estrela-a-ser-revelada-num-futuro-próximo-Oh!-Meu-Deus-eu-tenho-que-ter-esse-cara-no-meu-elenco-agooooorrraaaaaaaa!”. É uma insanidade! Basta olhar para o passado recente para constatar: JaMarcus Russel e Vince Young são dois exemplos óbivos. Mas também posso citar, Matt Leinart (ex-QB do Cardinals, 1st round no Draft) e David Carr (ex-QB titular do Texans, 1st pick geral do Draft em 2002). Jogadores que têm muito talento, mas que talvez por “pressa” dos treinadores ou por necessidade (por falta de planejamento ou por erro de planejamento) foram queimados para sempre!

Eu viajei, vou voltar pro tema!

Kevin Kolb… então, ele jogou bem. Provou ser um bom QB, infelizmente (pra ele) quem está competindo pela posição é Mike “Big Dog, fiquei preso dois anos,” Vick. Que além de um talento puro, estava morrendo de fome (no sentido figurado coisa, muito embora ele tenha declarado falência, ele tinha o que comer). O Kolb, que era titular no primeiro jogo, ficou pra trás. Coitado. Foi se machucar no primeiro jogo dele como titular “oficial”, aposta da equipe e tal. Deixou a porta aberto pro Big Dog. Vick, malandrão, aproveitou a chance e garfou a posição.

Possíveis destinos

Kolb terá outra chance em sua carreira, assim como Cassel, em outra equipe. Algumas apostas (minhas) são:

* Arizona Cardinals – onde se daria muito bem, Cardinals está “a um QB de distância de ter outra boa temporada como três anos atrás”
* Minessota Vikings – outra boa aposta, Tarvaris Jackson já era, é passado. John Webb é o futuro, Kolb pode ser o presente. E por favor, esqueçam Cam Newton! O Vikings é outro time pronto pro SB, só precisa de um QB!
* San Francisco 49ers – aposta mais distante, estaria fadado a “esperar” a finalização da construção do 49ers.
* Cincinatti Bengals – parece que o Carlson Palmer vai mesmo fazer frescurinha e ficar de fora, que tal resolver a situação? Pega o Kolb e negocia o Palmer com outra equipe. Pronto!
* Seattle Seahawks – eu adoro o bom e velho Hasselback, desde a época do Packers, mas ele é finito. Acabou! Pode ser uma boa pro Hawks também.
* Cleveland Browns – outra opção interessante, Kolb já trabalhou com o Coordenador Ofensivo dos Browns, que era do Eagles. Os dois já se conhecem e podem se reunir.

O preço

Segundo um insider do Philadelphia Eagles, a equipe quer “uma escolha de primeira round e algo a mais” por Kolb (por isso das minhas apostas acima, times bem posicionados no Draft). O “algo a mais” é que me intriga!? Será uma escolha de terceiro ou quarto round? Será? Pô! O Kolb é bom, mas o preço não tá um pouco inflacionado, não?

Pra finalizar… você pagaria pelo Tarvaris Jackson uma escolha de primeiro e terceiro round? Não, né? E pelo Kolb? Acho que sim, certo?

Olha só… o rate do Kolb na carreira é de 73.2 e do Tarvaris Jackson, de 76.6.

Texto de: Silvio Santos Jr.

0 comentários:

Postar um comentário

¢